COMO FUNCIONA

Este blog foi criado num Domingo chuvoso daí www.domingoamigo.blogspot.com/!

Pensando em leitores que não se animam a manter um blog pessoalmente, e os bloggers, que desejosos de atingir outros leitores, além dos seus habituais, gostariam, vez por outra, de postar num blog COLETIVO, criamos a SOCIEDADE ANÔNIMA, onde você poderá postar, sempre que tiver vontade!

Para fazer parte dos AUTORES do blog basta escrever para: cimitan@terra.com.br, solicitando sua inclusão, como membro do SOCIEDADE ANÔNIMA. Mande seu nome, e endereço de e-mail, para ser registrado. Só não pode deixar de assinar seus posts! E será responsabilizado pelo seu conteúdo.

A gerência se reserva ao direito de excluir o participante cujo comportamento não for condizente com o do grupo.

10.3.13

Esta Vaga Não é Sua Nem Por Um Minuto!


Problemas de estacionamento é muito comum em todas as capitais e cidades metropolitanas do Brasil. Não gostamos, mas é aceitável. O que não é aceitável é pegar a vaga de um cadeirante que por sua limitação física tem muito mais dificuldade de locomoção. O que é dar uma voltinha no shopping para alguns pode ser um maratona sofrida para o cadeirante, pois os "espetinhos" estacionam nos espaços dedicados e sinalizados àqueles, sob a alegação de que só vai demorar UM MINUTINHO.

Este bem humorado vídeo propõem um olhar de outra perspectiva. Não a dos cadeirantes, mas sim a dos não cadeirantes, que com uma desculpa sem- vergonha, desrespeitam um direito de ir e vir de outro ser humano.
Estacionar na vaga do outro é refresco...



O vídeo convida a refletir sobre nossas atitudes, e que busquemos a civilidade, no respeito as diferenças e na tolerância na convivência com o outro.

Esta Vaga Não é Sua Nem Por Um Minuto, tornou-se uma campanha pelo respeito aos direitos das pessoas com deficiência. Faça parte deste movimento!

Visite o blog Esta Vaga Não é Sua e deixe seu apoio.

Para  curti e seguir...Esta Vaga Não é Sua Nem Por Um Minuto...click em

Créditos Vídeo: The Getz, Curitiba. 

Um comentário:

S* disse...

Uma grande falta de respeito.