COMO FUNCIONA

Este blog foi criado num Domingo chuvoso daí www.domingoamigo.blogspot.com/!

Pensando em leitores que não se animam a manter um blog pessoalmente, e os bloggers, que desejosos de atingir outros leitores, além dos seus habituais, gostariam, vez por outra, de postar num blog COLETIVO, criamos a SOCIEDADE ANÔNIMA, onde você poderá postar, sempre que tiver vontade!

Para fazer parte dos AUTORES do blog basta escrever para: cimitan@terra.com.br, solicitando sua inclusão, como membro do SOCIEDADE ANÔNIMA. Mande seu nome, e endereço de e-mail, para ser registrado. Só não pode deixar de assinar seus posts! E será responsabilizado pelo seu conteúdo.

A gerência se reserva ao direito de excluir o participante cujo comportamento não for condizente com o do grupo.

2.11.12

Aos Meus Entes Queridos: Um Brinde a Vida e a Amizade.

Hoje faço uma homenagem aquelas queridas pessoas que passaram pela minha vida ou eu pela delas - vai depender do ponto de vista, mas isso não importa, porque no fim passamos. O que importa é que por um breve momento, fomos amigos e amantes, parentes e aderentes. Dividimos balas de menta e sonhos. Decidimos onde bebericar e sobre o destino do mundo.  Ignoramos presságios e previsão do tempo. Fizemos o impossível e o impensável. Fomos amigos a maior parte do tempo, na menos, bem menos, inimigos. Rimos de piadas sujas e das sem graça também. Contamos mentiras mútuas e fomos falsos para agradar. Uma grande parte do tempo irresponsáveis e ingênuos. Só nós sabemos o impublicável e indizívelÉ meus queridos, fizemos e aprontamos. Mudamos o mundo e ele nos mudou. 


É para vocês amigos, onde estiverem o artigo de hoje: Aos Meus Entes Queridos: Um Brinde a Vida e a Amizade.  Como flores  Adalgisa Helena, a atleta; No jardim da vida    Enoque Barbosa, o poeta; Coloriu meu viver   Geisa Santos, a vendedora; Deu cultivou meu coração Dilcelene Jesus, a professora; Encheu de risos e gargalhadas Dorival Silva, o pescador; Tarde, noites e manhãs sem fim Antônio Valente, o bancário; Eu não seria nem a metade do que sou Maria das Dores, a mãe; Não fosse o perfume de suas ideias E ainda Felipe, Wuldson, Bareta, Odilene, Ayrton, Irmão, Cláudia, Anderson, Emanuel  A textura de suas convicções e incertezas e claro que a lista contínua.  E sua amizade. Primeiro um brinde a vida, com este lindo poema de Mario Quintana. - Garçom, mais uma rodada aqui!
A vida – Poema de Mário Quintana.
A vida são deveres que nós trouxemos pra fazer em casa.
Quando se vê já são seis horas;
Quando se vê, já é sexta-feira;
Quando se vê, já terminou o ano;
Quando se vê, passaram-se 50 anos!
E agora, é tarde demais para ser reprovado.
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada inútil das horas.
Dessa forma eu digo, não deixe de fazer algo que gosta devido a falta de tempo,
a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais!
Depois abriremos os trabalhos com este poema de Oscar Wilde, e ai as discussões estão abertas.



Meus Amigos São Todos Assim  – Poema de Oscar Wilde.

"Meus amigos são todos assim: metade loucura, outra metade santidade. 
Escolho-os não pela pele, mas pela pupila, que tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. 
Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta. Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. 
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. 
Não quero amigos adultos, nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice. Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto, e velhos, para que nunca tenham pressa. 
Tenho amigos para saber quem eu sou, pois vendo-os loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril"
Muito bem meus queridos, já que vocês foram na frente, logo termino meus deveres de casa, e numa dessas curvas da estrada a gente se vê, e ai começa tudo de novo. 
Fonte: 
Amazon Inter Art

Nenhum comentário: