COMO FUNCIONA

Este blog foi criado num Domingo chuvoso daí www.domingoamigo.blogspot.com/!

Pensando em leitores que não se animam a manter um blog pessoalmente, e os bloggers, que desejosos de atingir outros leitores, além dos seus habituais, gostariam, vez por outra, de postar num blog COLETIVO, criamos a SOCIEDADE ANÔNIMA, onde você poderá postar, sempre que tiver vontade!

Para fazer parte dos AUTORES do blog basta escrever para: cimitan@terra.com.br, solicitando sua inclusão, como membro do SOCIEDADE ANÔNIMA. Mande seu nome, e endereço de e-mail, para ser registrado. Só não pode deixar de assinar seus posts! E será responsabilizado pelo seu conteúdo.

A gerência se reserva ao direito de excluir o participante cujo comportamento não for condizente com o do grupo.

15.10.12

Renoir & Monet, Caminhos Diferentes ao Mesmo Lugar.

Vim encher sua tela de cores e belezas desdes mestres do Impressionismo. Renoir e Monet, que tomaram caminhos diferentes para escrever com o mesmo movimento dos pincéis uma nova página na história da pintura. 

Não tem como olhar e não gostar dos traços, cores, motivos e expressões. Impressiona qualquer um. Não precisa entender de arte, basta entender de belo, e isso o ser humano tem o dom do belo. 
Na viagem ao Impressionismos a primeira parada foi Claude Monet, na segunda vamos a Renoir e Monet.
Renoir nascido na França de 1841, em família de classe média, antes de ser o pintor famoso que conhecemos foi pintor aos 14 anos de porcelana, pintor de santinho e de leques e tecidos, o que na época rendeu-lhe uma boa grana e patrocinou seu sonho: estudar na Escola de Belas Artes de Paris. 
Toda a arte de Renoir esta dividida em três fases: Impressionista, Seco e Iridecente. Todas muito bem definidas, porém aqui vamos falar apenas da primeira fase em que Renoir se destaca pelas obras: "Le Moulin de la Galette" 1876, a mais famosa (acima) "La Grenouillere" 1869, a bucólica, e "O almoço dos remadores" 1881, que abre o artigo.

É com Claude Monet, nascido também na França em 1840, que o movimento Impressionista nasce a partir de uma critica a seu quadro "Impressão, nascer do sol". O pai de Monet desejava que ele seguisse a carreira da família: o comercio, mas foi sua tia Marie-Jeanne Lecadre, pintora que incentivou seu sonho de ser pintor. 
É um dos pintores mais conhecido do Impressionismo, e criador da técnica bastante peculiar para as pessoas e para os outros artistas que o viam pintar: o que de perto aparentava apenas borrões de longe mostrava nitidamente a motivo pintado sobre a tela, revelando a genialidade do mestre. São dele: "Nenúfares" 1904, "O lago das niféias" 1897 e o "Madame Monet e seu filho" 1875.
A artes destes artistas é tão impressionante que eles chegam a colocar impressões não só nos rostos, mas nos olhares de seus personagens. É como se eles estivessem ali esperando uma palavra ou um sinal: Viva ! E eles continuariam fazendo o que estavam fazendo no momento em que as pinceladas os congelaram. É fascinante e confesso, não me canso de admirar.

Nenhum comentário: