COMO FUNCIONA

Este blog foi criado num Domingo chuvoso daí www.domingoamigo.blogspot.com/!

Pensando em leitores que não se animam a manter um blog pessoalmente, e os bloggers, que desejosos de atingir outros leitores, além dos seus habituais, gostariam, vez por outra, de postar num blog COLETIVO, criamos a SOCIEDADE ANÔNIMA, onde você poderá postar, sempre que tiver vontade!

Para fazer parte dos AUTORES do blog basta escrever para: cimitan@terra.com.br, solicitando sua inclusão, como membro do SOCIEDADE ANÔNIMA. Mande seu nome, e endereço de e-mail, para ser registrado. Só não pode deixar de assinar seus posts! E será responsabilizado pelo seu conteúdo.

A gerência se reserva ao direito de excluir o participante cujo comportamento não for condizente com o do grupo.

9.10.12

O Impressionismo - O Nú e a Sombra de Manet.


Motivo de uma exposição inédita no Brasil, que reuni 85 obras do Museu d'Orsay, Paris, um dos mais visitados do mundo, as obras do movimento impressionista prometem impressionar os milhares de visitantes que vão se enfileirar em frente ao Centro Cultural Banco do Brasil, no Centro de São Paulo de 4 de setembro a 7 de outubro, de terça a domingo. É gratuita. Programe-se e vá ver de perto o movimento que mudou para sempre os rumos da pintura.

O Blog Buymazon conectada nas novidades, trará ao caro leitor em suaves publicações os principais ícones do impressionismo, suas obras e a importância deste movimento para a arte e para o mundo. Começamos hoje com Édourd Manet. Outros virão: Edgard Degas, Paul Cezanne, August Renoir, Claude Monet, Paul Gauguin, Van Gogh, Pissaro e Cassatt. Quem sabe não entra na lista Torneiro. Antes porém veremos o que é afinal o Impressionismo.

O termo impressionismo surgiu devido a ácida crítica que um dos primeiros quadros de Claude Monet, "Impressão - Nascer do Sol" (1872) - obra que abre este artigo - recebeu do pintor e escritor Louis Leroy.  
"Impressão, Nascer do Sol - eu bem o sabia! Pensava eu, se estou impressionado é porque lá há uma impressão. E que liberdade, que suavidade de pincel! Um papel de parede é mais elaborado que esta cena marinha"
O que originalmente foi para esculachar o pintor, o quadro e o movimento que dava seus primeiros passos, Monet e seus colegas, resolveram adotar para definir o revolucionário movimento que se iniciava - Impressionismo. E assim, tudo começou com um grupo de jovens pintores que rompeu com as regras da pintura vigentes até então. 

O Impressionismo criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas soltas dando ênfase na luz e no movimento. Geralmente as telas eram pintadas ao ar livre para que o pintor pudesse capturar melhor as nuances da luz e da natureza. O Impressionismo mostra a graciosidade das pinceladas, a intensidade das cores e a sensibilidade do artista, que em conjunto emocionam quem contempla suas obras. exatamente como vamos ver agora.






Começamos pincelando o francês Édouard Manet (23 de janeiro de 1832 - 30 de abril de 1883), que não se considerava um impressionista, mas foi em torno dele que se reuniram grande parte dos artistas que viriam a ser chamados de Impressionistas. Manet prefere os jogos de luz e de sombra, como no "Cantor Espanhol", 1861. Manet restituindo ao nu a sua crueza e a sua verdade, muito diferente dos nus adocicados da época. 
O quadro"Almoço na Relva" foi um escândalo para a época pela nudez que alguns acharam vulgar, ele trazia dois homens vestidos e uma mulher nua. Suzanne Leenhoff (sua mulher) e Victorine Meurent (sua modelo preferida) posaram para a composição da mulher nua, sendo o corpo de Suzanne e o rosto de Victorine.
Contemporâneo e amigo de Émile Zola (1840-1902), Guy de Maupassant (1850-1893), escritores,  e Charles-Pierre Baudelaire (1821-1867), poeta francês, além dos pintores Monet e Renoir, Manet não foi só um dos precursores de uma arte que impressiona pelas cores e perspectiva, foi antes de tudo um contestador de seu tempo.
Fonte: Wikipedia Maguetas

Nenhum comentário: