COMO FUNCIONA

Este blog foi criado num Domingo chuvoso daí www.domingoamigo.blogspot.com/!

Pensando em leitores que não se animam a manter um blog pessoalmente, e os bloggers, que desejosos de atingir outros leitores, além dos seus habituais, gostariam, vez por outra, de postar num blog COLETIVO, criamos a SOCIEDADE ANÔNIMA, onde você poderá postar, sempre que tiver vontade!

Para fazer parte dos AUTORES do blog basta escrever para: cimitan@terra.com.br, solicitando sua inclusão, como membro do SOCIEDADE ANÔNIMA. Mande seu nome, e endereço de e-mail, para ser registrado. Só não pode deixar de assinar seus posts! E será responsabilizado pelo seu conteúdo.

A gerência se reserva ao direito de excluir o participante cujo comportamento não for condizente com o do grupo.

17.8.12

A Importância Cultural do Circo-Teatro.

De 1930 e 1970, a capital paulista recebeu 88 diferentes circos em diversas temporadas. Uma atração era inevitável nos espetáculos dessas companhias: o circo-teatro.
A partir da análise de 1.099 processos de censura no Departamento de Diversões Públicas de São Paulo – hoje parte do acervo do Arquivo Miroel Silveira da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP) – Walter de Sousa Junior estudou a importância do circo-teatro na formação cultural paulista e brasileira, tendo influenciado tanto o Modernismo como a emergente cultura de massa.
O tema, explorado na tese de doutorado de Sousa Junior, resultou no livro MiXórDia no PiCaDeiRo – Circo-teatro em São Paulo (1930-1970), que teve apoio da FAPESPFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - por meio da modalidade Auxílio à Pesquisa – Publicações.
Como personagens centrais desse processo estão os palhaços Piolin e Arrelia, que puderam criar um estilo peculiar de comédia, e os autores de peças com temática caipira. São eles parte da elaboração da linguagem cultural de uma metrópole emergente.
“O circo-teatro, gênero que surge de intenso processo de hibridismo cultural, mostra-se como expressão popular numa metrópole em construção, agregando mestiçagens e misiturando referências. Assim, influencia tanto o movimento intelectual modernista quanto a emergente cultura de massa”, diz o autor.
Sousa Junior é professor doutor da ECA-USP e pesquisador da cultura popular. É autor de Moda Inviolada – Uma história da Música Caipira (2006) e atualmente pesquisa a contribuição cultural de Piolin a partir das 450 peças encenadas em seu circo de 1933 a 1961.
Click no link para obter mais informação: MiXórDia no PiCaDeiRo - Circo-teatro em São Paulo (1930-1970)

Nenhum comentário: