COMO FUNCIONA

Este blog foi criado num Domingo chuvoso daí www.domingoamigo.blogspot.com/!

Pensando em leitores que não se animam a manter um blog pessoalmente, e os bloggers, que desejosos de atingir outros leitores, além dos seus habituais, gostariam, vez por outra, de postar num blog COLETIVO, criamos a SOCIEDADE ANÔNIMA, onde você poderá postar, sempre que tiver vontade!

Para fazer parte dos AUTORES do blog basta escrever para: cimitan@terra.com.br, solicitando sua inclusão, como membro do SOCIEDADE ANÔNIMA. Mande seu nome, e endereço de e-mail, para ser registrado. Só não pode deixar de assinar seus posts! E será responsabilizado pelo seu conteúdo.

A gerência se reserva ao direito de excluir o participante cujo comportamento não for condizente com o do grupo.

27.9.11

Um Trovador Solitário

Um trovador precisa apenas de uma inspiração. Ele é um tipo raro e precisa de apenas um amor. E com tal inspiração, todos os sentimentos ganham vida e forma em linhas corridas de um papel qualquer. O trovador é um romântico adormecido e quando acorda não precisa de elogios ou criticas para continuar. Ele precisa - necessaria e invariavelmente - apenas perceber aquele suspiro e ver no olhar do seu amor o brilho sincero. Perceber que o seu objetivo de demonstrar o que sente foi alcançado com a sua escrita. E quando resolve, o trovador, fazer os sentimentos aflorarem com a própria boca, ele precisa de atenção e cuidado. Pois quando decide demonstrar com seu corpo, ele precisa de calor recíproco e igualmente intenso. Nada mais além da simples e verdadeira resposta do amor.
Quando ele percebe isso os seus olhos marejam e toda a inspiração se renova... Quando recebe a atenção, toda a inspiração ganha sentido. E quando tudo faz sentido para um trovador, Ah! o corpo dele se entrega de uma forma que nunca antes poderia se quer ser imaginado.
O trovador é solitário e padece quando não percebe a reação positiva do seu amor. E quando não se tem a atenção necessária é precciso cuidar, pois qualquer resquício de inspiração pode se perder numa bola de papel ou no seu coração. E é assim  que se  enterra aos poucos toda a inspiração por seu amor, até que ela seja cultivada novamente no peito daquele solitário trovador!

http://atoabstrato.blogspot.com/

Nenhum comentário: