COMO FUNCIONA

Este blog foi criado num Domingo chuvoso daí www.domingoamigo.blogspot.com/!

Pensando em leitores que não se animam a manter um blog pessoalmente, e os bloggers, que desejosos de atingir outros leitores, além dos seus habituais, gostariam, vez por outra, de postar num blog COLETIVO, criamos a SOCIEDADE ANÔNIMA, onde você poderá postar, sempre que tiver vontade!

Para fazer parte dos AUTORES do blog basta escrever para: cimitan@terra.com.br, solicitando sua inclusão, como membro do SOCIEDADE ANÔNIMA. Mande seu nome, e endereço de e-mail, para ser registrado. Só não pode deixar de assinar seus posts! E será responsabilizado pelo seu conteúdo.

A gerência se reserva ao direito de excluir o participante cujo comportamento não for condizente com o do grupo.

28.9.11

Abraço

Calada sombria, triste, que isso importa aos outros?Se só tu sentes a falta?  Sentes vazia, só tu sabes com que letras se escreve solidão.
No meio de muita gente,mas...estas sozinha e triste.Nada importa, tudo porque se partiu o cordão umbilical que me unia á vida. Tudo porque a ilusão, criada e alimentada por mim morreu.
Sempre soube a verdade, sempre acalentei a esperança, que não fosse, que algo muda-se .ou fizesse mudar.
Sinto me vazia perdida, esgotada. Precisava de um abraço, do teu abraço carinhoso. Ninguém me entende. Precisava de me sentir perto de alguém, e tenho as mãos cheias de nada, só precisava das tuas de sentir o teu calor.
É verdade sou mãe, mas ser mãe é mais dar que receber, não me preenche, não me completa, cada um tem seu par, sua vida, mãe serve para tudo menos para perguntar.- Que tens? estas bem, ou nem por isso?Mãe é o baluarte que a todos acolhe em seu regaço, e ninguém lembra, nem sabe se choro ou  porque choro.
Não importa, nem iriam compreender que mãe também é gente, e sente a necessidade de um abraço de um carinho. Que saudade, de sentir um abraço andar de mão dado pelo parque, sorrir das coisas mais simples, um abraço é a linguagem mais terna que conheço, e faz milagres, um quero e preciso do teu abraço.

Nenhum comentário: