COMO FUNCIONA

Este blog foi criado num Domingo chuvoso daí www.domingoamigo.blogspot.com/!

Pensando em leitores que não se animam a manter um blog pessoalmente, e os bloggers, que desejosos de atingir outros leitores, além dos seus habituais, gostariam, vez por outra, de postar num blog COLETIVO, criamos a SOCIEDADE ANÔNIMA, onde você poderá postar, sempre que tiver vontade!

Para fazer parte dos AUTORES do blog basta escrever para: cimitan@terra.com.br, solicitando sua inclusão, como membro do SOCIEDADE ANÔNIMA. Mande seu nome, e endereço de e-mail, para ser registrado. Só não pode deixar de assinar seus posts! E será responsabilizado pelo seu conteúdo.

A gerência se reserva ao direito de excluir o participante cujo comportamento não for condizente com o do grupo.

25.9.10

Números impressionantes e alarmantes!!!!

BLOGS REMOVIDOS a pedido do Governo dos paises!

Transparency Report

Transparency is a core value at Google. As a company we feel it is our responsibility to ensure that we maximize transparency around the flow of information related to our tools and services. We believe that more information means more choice, more freedom and ultimately more power for the individual.
We’ve created an interactive map of Government Requests that shows the number of government inquiries for information about users and requests for Google to take down or censor content. We hope this step toward greater transparency will help in ongoing discussions about the appropriate scope and authority of government requests.
Our interactive Traffic graphs provide information about traffic to Google services around the world. Each graph shows historic traffic patterns for a given country/region and service. By illustrating outages, this tool visualizes disruptions in the free flow of information, whether it's a government blocking information or a cable being cut. We hope this raw data will help facilitate studies about service outages and disruptions.
Em O JUMENTO lemos isto sobre Portugal:
Com o objectivo de combater a censura o Google lançou uma nova ferramenta, o 'Google Transparency Report' onde se dá a conhecer o número de pedidos de informação ou de bloqueio de sites formulados pelos governos de todo o mundo e o números destes pedidos que foram atendidos.
No caso de Portugal o número de pedidos formulados ao Google entre Janeiro e Junho deste ano foi de 73, um número apreciável se o compararmos com Israel, um país em guerra e que enfrenta diariamente o terrorismo que fez apenas 30 pedidos. Espanha, outro país que enfrenta o fenómeno do terrorismo formulou 372 pedidos, um número que depois de corrigido pela diferença de utilização da internet será certamente um número inferior ao de Portugal.
Destes pedidos formulados pelas autoridades portuguesas menos de 10 deram lugar à remoção total ou parcial de conteúdos, isto é, o Google entendeu que não havia fundamentos jurídicos ou que a natureza dos conteúdos justificassem a censura. Quem formulou estes pedidos? Entidades governamentais, polícias, Ministério Público?
Quem foram os portugueses que alguém tentou silenciar, que conteúdos estão em causa, quem os tentou silenciar? Infelizmente não sabemos.
É uma pena que num parlamento onde anda tanta gente com sintomas de asfixia ou de intoxicação, onde se fazem comissões parlamentares de inquérito para apurar as causas da baixa médica da Manuela Moura Guedes, ninguém se incomoda muito com a qualidade da democracia na perspectiva do cidadão comum, daqueles que não têm tempo de antena nas televisões, que não lideram partidos e que apenas acham que podem fazer uso da sua liberdade.
O que não dizer do Brasil?
2435 pedidos do Governo e 398 remoções!

3 comentários:

Chica disse...

Incrível isso,heim? A que ponto chegamos!

Lengo D'Noronha disse...

Acho importante também dizer que estes números correspondem a todo conteúdo das redes socias do Google. Aí inclui Orkut, Picasa, Gmail e Blogs. Estes, os blogs foram no Brasil apenas 15 e geralmente por seu conteúdo pornográfico e com alusão à pedofilia.
Nos EUA os pedidos foram o dobro do Brasil.
Não sou advogado do Google mas "meia informação" é pior que a desinformação.
Abraço.

Palavrácido disse...

incrivel mesmo!
to seguindo!
abraços