COMO FUNCIONA

Este blog foi criado num Domingo chuvoso daí www.domingoamigo.blogspot.com/!

Pensando em leitores que não se animam a manter um blog pessoalmente, e os bloggers, que desejosos de atingir outros leitores, além dos seus habituais, gostariam, vez por outra, de postar num blog COLETIVO, criamos a SOCIEDADE ANÔNIMA, onde você poderá postar, sempre que tiver vontade!

Para fazer parte dos AUTORES do blog basta escrever para: cimitan@terra.com.br, solicitando sua inclusão, como membro do SOCIEDADE ANÔNIMA. Mande seu nome, e endereço de e-mail, para ser registrado. Só não pode deixar de assinar seus posts! E será responsabilizado pelo seu conteúdo.

A gerência se reserva ao direito de excluir o participante cujo comportamento não for condizente com o do grupo.

18.7.10

Curiosidade

Encontrado champanhe talvez mais antigo do mundo

Garrafas podem ser Veuve Clicquot produzidas há mais de 200 anos
G1
Mergulhadores encontraram no mar Báltico, entre a Finlândia e a Suécia, o que pode ser uma caixa com as garrafas de champanhe que ainda podem ser consumido mais antigas do mundo.
O instrutor de mergulho Christian Ekstroem desceu às profundezas geladas do mar da região das ilhas Aaland e resgatou cerca de 30 garrafas de um navio naufragado.
As garrafas teriam sido produzidas pela Clicquot (agora chamada de Veuve Clicquot) entre 1782 e 1788. O mergulhador e seus colegas levaram as garrafas para a superfície e abriram uma delas para provar o conteúdo, que ainda estava em boas condições.
A garrafa foi enviada para a França onde passará por uma série de análises e, se sua idade e condições forem confirmadas, será o champanhe em condições de consumo mais antigo do mundo.
As garrafas foram encontradas na costa de Aaland, uma parte autônoma da Finlândia. As autoridades locais ainda vão decidir o que fazer com o navio naufragado e com o carregamento de champanhe.
Ekstroem e outros mergulhadores estavam explorando o navio naufragado no fundo do mar quando encontraram o que pode ser uma remessa de champanhe enviada pelo rei Luís XVI, da França, para a imperatriz russa, Catarina, a Grande, por volta de 1780.
Leia mais em Mergulhadores acham champanhe que pode ser o mais antigo do mundo

Um comentário:

angela disse...

Que sorte a deles, já tomaram a champanhe gelada!