COMO FUNCIONA

Este blog foi criado num Domingo chuvoso daí www.domingoamigo.blogspot.com/!

Pensando em leitores que não se animam a manter um blog pessoalmente, e os bloggers, que desejosos de atingir outros leitores, além dos seus habituais, gostariam, vez por outra, de postar num blog COLETIVO, criamos a SOCIEDADE ANÔNIMA, onde você poderá postar, sempre que tiver vontade!

Para fazer parte dos AUTORES do blog basta escrever para: cimitan@terra.com.br, solicitando sua inclusão, como membro do SOCIEDADE ANÔNIMA. Mande seu nome, e endereço de e-mail, para ser registrado. Só não pode deixar de assinar seus posts! E será responsabilizado pelo seu conteúdo.

A gerência se reserva ao direito de excluir o participante cujo comportamento não for condizente com o do grupo.

7.7.10

Albert Einstein - o génio dos génios

Começo a minha participação no Sociedade Anônima com uma homenagem a um génio....



Albert Einstein nasceu a 14 de Março de 1879 na Alemanha.
Um dos primeiros sinais da sua inteligência foi que nos primeiros anos da sua existência já provocava comentários. Tinha uma cabeça fora do comum (para armazenar muita sabedoria....); nunca falou até aos 3 anos de idade. Mas aos 12 aprendeu sozinho a Geometria Euclideana. Cresceu no meio da musica e da leitura, não gostando de praticar desportos. Após se ter graduado em 1900, não foi na opinião dos seus professores um grande aluno...
Douturou-se com uma dissertação sobre a dimensão das moléculas. Realizou três grandes trabalhos: Sobre o Movimento Browniano, Efeito Fotoeléctrico, e "Sobre a electrodinâmica dos corpos em movimento" mais conhecida como a Teoria da Relatividade Especial. Desta teoria surgiram dois principios : 1- O Principio da relatividade onde dissertava que as leis fisicas são as mesmas em todos os referenciais inerciais; 2- Principio da Invariância da velocidade da luz, onde a velocidade da luz no vácuo é uma constante universal.
Foi nobel da Física em 1921, mas pelo seu trabalho no campo do fotoeléctrico e não pela teoria da relatividade ainda controvertida
Mas para além disto, Einstein gerou um filho portador de esquizofrenia. Isto para explicar que o maior génio da humanidade não conseguiu suportar a dor de ter de enfrentar uma situação que desconhecia. Segundo rezam as investigações apenas visitou o seu filho "uma vez" no hospital. Apesar de ter uma mente ávida de respostas, deve ter ficado perturbado com a falta de respostas que explicassem a desagregação de inteligência do seu filho. Daí ter sido um pai ausente e distante

Publico em http://olhardireito.blogspot.com/2008/11/albert-einstein-o-gnio-dos-gnios.html


Os génios também sofrem?

2 comentários:

Eduardo P.L disse...

Os gênios devem sofrer MAIS do que nós, pobres mortais!

Francisco Castelo Branco disse...

Por isso é que são genios

E nós nao!